BacuriDigital: Tecnologia Assistiva
*
Sistemas Especiais de Acessibilidade*

entre em contato conosco!

Responderemos com rapidez!



O que é Bacuri: (bacori · bulandim · pacouri · pacuru)
Bacuri em tupi-guarani significa "criança pequena", nome dado à primeira empresa Bacuri no ano de 2007 (www.bacuridesign.com.br). Bacuri também é o fruto ou a árvore de cerne marrom-amarelado-escuro ou marrom-alaranjado, com faixas acinzentadas, grã direita, textura média, brilho moderado e cheiro imperceptível.

O que é Tecnologia Assistiva: É um termo utilizado para identificar recursos e serviços que contribuem para proporcionar ou ampliar habilidades funcionais de pessoas com deficiência e por consequência promover vida independente e inclusão. Os recursos são todo e qualquer item, equipamento ou parte dele, produto ou sistema fabricado em série ou sob medida utilizado para aumentar, manter ou melhorar as capacidades funcionais das pessoas com deficiência. Os serviços, são definidos como aqueles que auxiliam diretamente uma pessoa com deficiência a selecionar, comprar ou usar os recursos acima definidos.

O termo Assistive Technology, traduzido no Brasil como Tecnologia Assistiva, foi criado em 1988 como importante elemento jurídico dentro da legislação norte-americana conhecida como Public Law 100-407 e foi renovado em 1998 como Assistive Technology Act de 1998 (P.L. 105-394, S.2432).

"Tecnologias Assistivas são recursos e serviços que visam facilitar o desenvolvimento de atividades diárias por pessoas com deficiência. Procuram aumentar as capacidades funcionais e assim promover a independência e a autonomia de quem as utiliza". (MELO, 2007, p. 94)

Conforme conceito proposto pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República: "Tecnologia Assistiva é uma área do conhecimento, de característica interdisciplinar, que engloba produtos, recursos, metodologias, estratégias, práticas e serviços que objetivam promover a funcionalidade, relacionada à atividade e participação de pessoas com deficiência, incapacidades ou mobilidade reduzida, visando sua autonomia, independência, qualidade de vida e inclusão social". (CAT, Ata da Reunião VII, SDH/PR, 2007).

No tocante as pessoas com deficiência essas Tecnologias de Informação e Comunicação, as TIC's, tem contribuido significantemente e tem permitido o acesso ao conhecimento com necessidades especiais independentemente dela qual seja. Dessa forma busca-se integrar essas pessoas a sociedade, promovendo a inclusão social dessas pessoas . E como Devourny (2007, p. 8) menciona a importância dos profissionais em ajudar os deficientes na superação das barreiras ao acesso a informação e ao conhecimento, para contribuir e reduzir o preconceito social e promover maior integração das pessoas com deficiência.

No Brasil, o Comitê de Ajudas Técnicas - CAT, instituído pela PORTARIA N° 142, DE 16 DE NOVEMBRO DE 2006 propõe o seguinte conceito para a Tecnologia Assistiva: "Tecnologia Assistiva é uma área do conhecimento, de característica interdisciplinar, que engloba produtos, recursos, metodologias, estratégias, práticas e serviços que objetivam promover a funcionalidade, relacionada à atividade e participação de pessoas com deficiência, incapacidades ou mobilidade reduzida, visando sua autonomia, independência, qualidade de vida e inclusão social". (ATA VII - Comitê de Ajudas Técnicas (CAT) - Coordenadoria Nacional para Integração da Pessoa Portadora de Deficiência (CORDE) - Secretaria Especial dos Direitos Humanos - Presidência da República).

Objetivos da Tecnologia Assistiva
Proporcionar à pessoa com deficiência maior independência, qualidade de vida e inclusão social, através da ampliação de sua comunicação, mobilidade, controle de seu ambiente, habilidades de seu aprendizado, trabalho e integração com a família, amigos e sociedade.

Recursos de acessibilidade ao computador
Equipamentos de entrada e saída (síntese de voz, Braille), auxílios alternativos de acesso (ponteiras de cabeça, de luz), teclados modificados ou alternativos, acionadores, softwares especiais (de reconhecimento de voz, etc.), que permitem as pessoas com deficiência a usarem o computador.

• Modelo Social: O modelo social de incapacidade considera a questão principalmente como um problema criado pela sociedade e, basicamente, como uma questão de integração plena do indivíduo na sociedade.

"A incapacidade não é um atributo de um indivíduo, mas sim um conjunto complexo de condições, muitas das quais criadas pelo ambiente social. Assim, a solução do problema requer uma ação social e é da responsabilidade coletiva da sociedade fazer as modificações ambientais necessárias para a participação plena das pessoas com incapacidades em todas as áreas da vida social. Portanto, é uma questão atitudinal ou ideológica que requer mudanças sociais que, a nível político, se transformam numa questão de direitos humanos."


De acordo com este modelo, a incapacidade é uma questão política.




Estamos solicitando doações para desenvolvimento de tecnologias de acessibilidade que permitam uma melhor inclusão social de pessoas com deficiência no universo da internet, permitindo a escrita a quem possui mobilidade reduzida, além de acesso a recursos educacionais e de interação social disponíveis na rede.


Nosso projeto atual é o "FaciliTexto - seu auxílio de escrita online", um software online facilitador de escrita que dispõe de um teclado virtual acessível às pessoas com deficiência que não conseguem efetuar cliques no teclado e nem no mouse, permitindo maior inclusão social.

Agradecemos imensamente a sua ajuda caso deseje
contribuir fazendo uma doação abaixo:








X

Conheça os Sistemas da BacuriDigital